Responsive Ad Slot

Últimas

latest

Notícias

Geral

Nacionais

Notícias nacionais

Regionais

Notícias regionais

Brasileira

brasileira

Religião

Religião

Esporte

Entretenimento

Vídeos

Vídeos

Em Destaque

Sociedade em Destaque

Cidades

Política

Polícia

Cenas fortes! Homem morre esmagado em elevador de prédio

Nenhum comentário

Um problema no elevador de um prédio de luxo de Nova York, Estados Unidos, causou a morte de um homem na última quinta-feira (22/08/2019). Segundo a polícia, o equipamento tinham sete pessoas a bordo e estava chegando no andar térreo.


Após uma pessoa sair do elevador, a máquina voltou a se movimentar e esmagou Sam Waisbren, 30 anos, na hora em que ele estava deixando o elevador. Imagens da câmera de segurança mostram o momento exato que um indivíduo deixa o transporte e o esmagamento da vítima.
“O rapaz estava literalmente saindo do elevador quando voltou a se movimentar. Foi horrível. A primeira reação dele foi colocar os braços para fora, mas o elevador o levou para baixo”, contou uma testemunha ao jornal New York Post.
Após retirar a vítima do elevador, o Corpo de Bombeiros fez o resgate das outras cinco pessoas. O equipamento foi retirado de serviço e a empresa responsável pelo caso vai avaliar o que ocorreu. Um especialista ouvido pela publicação acredita que houve uma manipulação do circuito de segurança do elevador.
Segundo o pai da vítima, a família está devastada com a notícia. “Ele era um jovem maravilhoso. Trabalhava com vendas de softwares. Tinha muitos amigos em Nova York. Era amado por todo mundo”, disse Charles Waisbren ao NY Post.


Maioria no STF vota pela proibição do corte de salário de servidor

Nenhum comentário

A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) votou nessa quinta (22), para considerar inconstitucional a redução da jornada de trabalho e do salário de servidores públicos proporcionalmente. A medida estava prevista na redação original da Lei de Responsabilidade Fiscal (LC 101/2000), mas está suspensa há 16 anos por uma decisão liminar da Corte.

O julgamento definitivo da questão começou na sessão de ontem. No entanto, após dez votos proferidos, o julgamento foi suspenso para aguardar o último voto, do ministro Celso de Mello, que não participou da sessão por motivos de saúde. A nova data do julgamento não foi definida.
A redução da jornada e dos salários de forma proporcional é uma forma cogitada por alguns governadores e prefeitos para resolver, temporariamente, a crise fiscal dos estados e municípios.
De acordo com a LRF, estados e municípios não podem ter mais de 60% das receitas com despesa de pessoal. Se o percentual for ultrapassado, fato que está ocorrendo em alguns estados, medidas de redução devem ser tomadas, como redução ou extinção de cargos e funções comissionadas. O Artigo 23 também previu que é facultativa a redução temporária da jornada de trabalho com adequação dos vencimentos à nova carga horária.
Até o momento, a maioria dos ministros acompanhou voto proferido pelo ministro Edson Fachin, que abriu a divergência e entendeu que a irredutibilidade dos salários é um direito constitucional e não pode ser usado para equacionar as contas públicas. O entendimento foi seguido pelos ministros Rosa Weber, Cármen Lúcia, Ricardo Lewandowski, Luiz Fux e Marco Aurélio.
O ministro Alexandre de Moraes, relator do caso, entendeu que, ao permitir a redução de salário e da carga horária, temporariamente e de forma proporcional, a lei criou uma fórmula para tentar solucionar a falta temporária de recursos e evitar medidas mais graves previstas na Constituição, como a demissão de servidores estáveis, pelo descumprimento do teto de despesas. O voto também foi seguido por Gilmar Mendes.
"O servidor tem o direito de dizer: eu prefiro manter minha carreira, é temporária essa diminuição de salário até o estado se equacionar, eu prefiro ter a minha carreira do que ficar desempregado e ganhar uma indenização", argumentou Moraes.
O ministro Luís Roberto Barroso também entendeu que a LRF estabeleceu uma solução menos gravosa para o trabalhador do que a demissão. Segundo o ministro, não se aplica ao caso o princípio constitucional da irredutibilidade dos salários. Para Barroso, como a demanda de trabalho será diminuída, os recebimentos também podem diminuir.
"Entendo que é socialmente melhor permitir a redução da jornada de trabalho do que obrigar o administrador a decretar a perda do cargo", afirmou.
Em voto separado, o presidente do STF, Dias Toffoli, entendeu que a redução dos salários pode ocorrer, mas somente se as outras medidas de cortes de cargo ocorrerem.
Fonte: Agência Brasil

Sarampo: "Brasil está em perigo iminente", alerta superintendente da Saúde

Nenhum comentário

O superintendente de Atenção Integral à Saúde, Herlon Guimarães, declarou nesta quinta (22) que o Brasil está em um risco iminente com a circulação do vírus do sarampo no país. Guimarães ressaltou que a situação está sendo trabalhada desta forma pelo Ministério da Saúde, que estabeleceu um "Gabinete de Crise" com a missão de barrar a transmissão da doença no país. 

Esse gabinete foi discutido com as secretarias estaduais de saúde por meio de uma webconferência. "Foi criado um gabinete de crise para esse assunto em saúde pública. Então, durante todas as semanas nós teremos reuniões frequentes. O Brasil entra em um risco iminente; isso está sendo tratado pelo Ministério da Saúde dessa forma".

"Até semanas atrás, nós tínhamos apenas sete estados com a presença do vírus e, agora, aumentou para 11. Por isso, o Ministério da Saúde tomou essa decisão -  devido esse risco iminente - de ampliar a faixa etária (de vacinação)". disse. A ampliação da vacinação ocorre para atender crianças de seis meses a 11 meses e 29 dias; a mudança foi anunciada recentemente. Essa dose extra serve tanto para proteger esse público-alvo como de barrar a transmissão do vírus. 
"Nós não estamos em campanha. E por que essa ampliação de faixa etária? Na verdade, crianças nessa faixa etária de seis meses a 11 mostraram e 29 dias, uma vez que com o vírus presente no organismo, apresentam risco alto de complicações e óbito. Por isso, essas famílias e essas crianças estão sendo chamadas aos postos de saúde para que possam fazer essa dose".
A Secretaria Estadual de Saúde (Sesapi) confirmou nesta terça-feira (6) o primeiro caso importado de sarampo no Piauí, no ano de 2019.
O paciente é um bebê piauiense de um ano de idade, que viajou para São Paulo, região sudeste do país, e retornou ao estado com sintomas da doença. Esse é o quinto caso suspeito, mas o primeiro confirmado no Piauí.

De acordo com a Sesapi, a criança mora com a família no município de Campo Grande do Piauí (363 km de Teresina), onde os  exames indicaram uma infecção recente.  Ela teria sido infectada pelo vírus da doença durante a sua estadia recente no estado paulista. 

"Segundo pesquisa da secretaria, a criança e sua mãe teriam retornado de São Paulo e ao chegarem no município de Campo Grande, onde residem, a criança teria começado a apresentar os sintomas da doença, com um quadro de febre, tosse e coriza. A criança foi levada para a Unidade Mista de Campo Grande e então encaminhada para o Hospital Regional de Picos. Após a realização dos exames, foi comprovada uma infecção recente pelo vírus", destaca a Sesapi.

A coordenadora de epidemiologia da Sesapi, Amélia Costa, destacou que esse é o 5° caso suspeito de sarampo, mas o primeiro confirmado. Costa alerta que este caso em específico trata-se de um caso importado, ou seja, a infecção não ocorreu em território piauiense, e sim no estado de São Paulo. O vírus detectado na criança é o mesmo que circula na Venezuela.  

Costa também destacou que a criança não foi imunizada contra a doença. "Nós tomamos ciência da situação através do hospital de Picos, e a Sesapi já tomou as medidas de fiscalização e acompanhamentos necessário do caso, fazendo o bloqueio de todas as áreas onde a criança transitou no estado”, acrescenta. 

O bloqueio citado pela coordenadora refere-se "ao fato de promover a vacinação em todos os locais onde a criança esteve presente, a fim de evitar o surgimento de novos casos" de Sarampo.   

“As ações de controle já foram todas executadas. É preciso reforçar que não existe a necessidade de uma vacinação em massa. A vacina é importante para o grupo de risco e pessoas que vão viajar para localidades onde existem casos confirmados, mas não existe uma necessidade de urgência para todos se vacinarem”, diz a coordenadora. 
Vacinação

A Sesapi esclarece que a vacinação é realizada com a vacina Tríplice Viral. "O Piauí recebeu do Ministério da Saúde vacinas suficientes para atender sua população. Caso a pessoa queira, ela pode buscar a unidade de saúde com seu cartão de vacinação em mãos, ela será avaliada e caso necessário receberá a imunização", informa.
Aos pais e responsáveis, a Sesapi ressalta que as crianças a serem vacinadas pela primeira vez é preciso cumprir o calendário e aplicar a segunda dose da vacina, para garantir a imunização completa contra a doença. 

A indicação é que a Vacinação em bebês aconteça aos 12 meses, sendo que aos 15 meses aconteça a aplicação do reforço.  “As pessoas não estão buscando a 2° dose da vacina, precisamos mudar isso, para evitar que ocorra casos de infecção dentro do estado”, alerta a coordenadora. 

Carlienne Carpaso (com informações da Sesapi)

Ibama contrata brigadas para combater incêndios no Piauí e mais 17 estados

Nenhum comentário

    Foto: Vinícius Mendonça/Ibama
O Sistema Nacional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais (Prevfogo) vai receber brigadistas temporários para as ações de combate a incêndios florestais em estados declarados em emergência ambiental pelo Ministério do Meio Ambiente, conforme Portaria nº 153, de 18 de março de 2019, publicada em 9 de abril de 2019.
São eles: Piauí, Acre, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rondônia, Roraima, Tocantins e o Distrito Federal.
A portaria editada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), autorizando as contratações, está publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (23).


Fonte: Com informações da Agência Brasil

Prefeitura no Piauí abre inscrições para Concurso Público

Nenhum comentário

A prefeitura municipal de Campo Largo do Piauí, abriu inscrições para o esperado concurso público, nesta quinta-feira (22/08), com vagas de nível fundamental, nível médio e nível superior, para provimento de cargos efetivos e formação de cadastro reserva, no Quadro Permanente de Pessoal do município. As para o certame segue abertas até o dia 26 de setembro de 2019.


Os candidatos farão provas objetivas para todos os cargos e prova de títulos para professores. 
As data previstas para as aplicações das provas objetivas estão previstas para os dias 13  e 20 de Outubro de 2019.
A banca responsável pela a realização do concurso é a Crescer Consultorias. As informações completas estão disponíveis no enderenço: https://www.crescerconcursos.com.br/
Acesse o edital: EDITAL

© Todos os direitos reservados
Feito com por AF Design