Responsive Ad Slot

Últimas

latest

Notícias

Geral

Nacionais

Notícias nacionais

Regionais

Notícias regionais

Brasileira

brasileira

Religião

Religião

Esporte

Entretenimento

Vídeos

Vídeos

Em Destaque

Sociedade em Destaque

Cidades

Política

Polícia

Mulher destrói carro de marido ao flagrar traição e tenta agredir policiais

Nenhum comentário

Uma mulher descobriu uma traição do marido e destruiu o carro dele com tijoladas nesse domingo (21/04), em Praia Grande, no litoral de São Paulo. Ela também destruiu vidros do apartamento onde o homem e a amante se encontrariam. As informações são do G1.
A situação fez com que os vizinhos chamasse a polícia. A mulher foi detida por ameaçar a agredir os policiais militares. Segundo informações, os envolvidos são turistas, moradores da capital paulista.
O homem estava com a amante na garagem do edifício e ambos foram surpreendidos pela mulher dele, que chegou em seguida em outro veículo para fazer o flagrante. Houve discussão e gritaria entre os envolvidos.
Os envolvidos foram conduzidos para a Delegacia Sede da cidade, para registro de ocorrência, e foram liberados em seguida. O caso segue sendo investigado.
    Foto: Fernando Degaspari/Jornal A Tribuna de Santos

Número de mortos em ataques no Sri Lanka sobe para 290

Nenhum comentário

O número de mortos na série de atentados coordenados que ocorreram no Sri Lanka no Domingo de Páscoa (21) subiu para 290. Cerca de 500 pessoas ficaram feridas. Os ataques, cometidos em alguns casos por homens-bomba, tiveram como alvos templos católicos e hotéis de luxo.
Ao divulgar o mais recente balanço de vítimas, o porta-voz da Polícia do Sri Lanka, Ruwan Gunasekara, anunciou que 24 pessoas foram detidas por suspeita de participação nos ataques.  Os detidos estão sendo interrogados pela divisão de investigação criminal da Polícia, acrescentou Gunasekara.
A maior parte dos mortos é de cidadãos do Sri Lanka, mas há pelo menos 32 estrangeiros entre as vítimas, incluindo cidadãos da Bélgica, dos Estados Unidos, da China, do Reino Unido, da Índia e de Portugal.
Nenhum grupo reivindicou a autoria das ações até o momento. Por enquanto, o governo segue divulgando informações dispersas sobre as suspeitas no caso. O ministro da Defesa, Ruwan Wijewardene, disse que os autores dos ataques foram identificados como "extremistas religiosos" e pertenciam a um único grupo, sem dar mais detalhes.
O ministro da Saúde do país, Rajitha Senaratne, disse que sete das oitos explosões foram cometidas por terroristas suicidas e que todos esses homens-bomba eram cidadãos do Sri Lanka. 
Rajitha Senaratne, um porta-voz do governo, por sua vez, afirmou que o ataque coordenado deve ter contado com ajuda externa. "Não acreditamos que esses ataques foram executados por um grupo de pessoas restrito a este país. Esses ataques não teriam sido bem-sucedidos sem uma rede internacional”, disse.
Segundo o jornal New York Times, um alto integrante da polícia do Sri Lanka advertiu o governo, há 10 dias, sobre o risco de atentados contra igrejas no país, e que a minoria cristã do país estava na mira de um grupo islâmico radical chamado Thowheeth Jama'ath. Não ficou claro, no entanto, se as autoridades tomaram alguma medida adicional de segurança. O primeiro-ministro Ranil Wickremesinghe disse que não foi informado sobre a ameaça. "Temos que verificar por que precauções adequadas não foram tomadas", disse ele.
Após os ataques, a embaixada dos Estados Unidos em Colombo advertiu que "grupos terroristas" continuam preparando ataques no Sri Lanka. "Os grupos terroristas continuam tramando possíveis ataques no país. Os terroristas poderiam atacar, com pouca ou nenhuma advertência, áreas públicas", anunciou o Departamento de Estado por meio da sede diplomática americana no país asiático.
A embaixada americana cita como possíveis alvos desses ataques espaços turísticos, centros de transporte, mercados, shoppings, instalações do governo, hotéis, clubes, restaurantes, lugares de culto, parques, eventos esportivos e culturais importantes, instituições educativas e aeroportos.

*Com informações da Deutsche Welle (agência pública da Alemanha)

Flamengo volta a bater Vasco por 2 a 0 e conquista o seu 35º título do Carioca

Nenhum comentário

Com gols de Willian Arão e Vitinho, o Flamengo ganhou do Vasco por 2 a 0, neste domingo, no Maracanã, e conquistou o Campeonato Carioca de 2019. A equipe rubro-negra já havia vencido o jogo de ida por 2 a 0 e, com o triunfo na segunda partida, garantiu o título estadual com a grande vantagem de 4 a 0 no placar agregado. 

Com a conquista deste domingo, o Flamengo chega ao seu 35º título fluminense e voltou a levantar a taça que havia erguido pela última vez em 2017. Já o Vasco terá de aguardar a próxima edição do Estadual para buscar o seu 25º troféu na competição, na qual anteriormente havia festejado um bicampeonato com os títulos de 2015 e 2016.
O primeiro tempo do clássico começou equilibrado, mas aos poucos o Flamengo começou a dominar. Aos 12 minutos, veio o primeiro lance de perigo do clube rubro-negro. Renê pegou sobra na entrada da grande área e bateu forte de longe, para fora. Três minutos depois, o time da Gávea abriu o placar: em cobrança de falta pela intermediária direita, Pará rolou para Arrascaeta, que cruzou perto da marca da cal para Willian Arão cabecear para o fundo da rede.
Aos 27, nova chance do Flamengo: Diego iniciou rápido contra-ataque e acionou Gabriel pela esquerda. O atacante invadiu a grande área e bateu de canhota, mas Fernando Miguel fez boa defesa. Na sequência, o camisa 9 voltaria a ser acionado pelo flanco, cruzando rasteiro para Diego, que chegou batendo mascado na pequena área para defesa do goleiro vascaíno. A pressão flamenguista continuou com nova oportunidade aos 30, em jogada ensaiada: Arrascaeta cobrou escanteio curto pela esquerda e Renê chutou de dentro da grande área, acertando a rede pelo lado de fora. 
O Vasco só ameaçou o rival na segunda metade da etapa inicial, aos 33. Depois de cruzamento na retaguarda flamenguista, Diego Alves tirou de soco, mas a bola sobrou para Pikachu, que bateu de primeira, obrigando Renê a interceptar na pequena área. O lance empolgou o cruzmaltino, que partiu em busca do empate. Aos 39, finalização de Lucas Santos desviada em Pará e passou perto da baliza rubro-negra. 
Apesar da pressão alvinegra, a partida foi para o intervalo com placar amplamente vantajoso para o Flamengo. Precisando de três gols para levar a decisão aos pênaltis, o técnico Alberto Valentim lançou mão de suas opções mais ofensivas no segundo tempo. O centroavante argentino Maxi López entrou na vaga do meio-campista Lucas Santos já no retorno ao gramado do Maracanã. Aos 15, o meia-atacante Bruno César substituiria o lateral-direito Raúl Cáceres, aumentando a agressividade da equipe.
Com a mudança de postura, o Vasco começou a metade complementar melhor do que fizera no início do jogo. Logo aos 3 minutos, veio a primeira chance: Pikachu chutou e Maxi López desviou de letra, mas Diego Alves fez a defesa. Em seguida, Raúl recebeu de Pikachu e bateu à direita da meta flamenguista. Aos 8, Renê foi providencial, interceptando lançamento que chegaria em ótimas condições para Pikachu.
Depois do abafa inicial do time vascaíno, o Flamengo voltou a controlar o jogo. Até que, aos 14, ampliou o marcador: depois de lançamento da defesa, Arrascaeta recebeu pela intermediária esquerda e lançou em profundidade para Gabriel, que driblou Fernando Miguel para fazer bonito gol. Inicialmente confirmada pelo árbitro Rodrigo Carvalhaes de Miranda, a marca foi revisada com auxílio do árbitro de vídeo (VAR), que flagrou impedimento do atacante. O ex-santista voltaria a levar perigo em posição irregular aos 25, quando recebeu pela esquerda e bateu na trave
Entretanto, nem o Vasco e nem a arbitragem impediram o Flamengo de fazer o 2 a 0 aos 37 da segunda etapa: quatro minutos depois de entrar, Vitinho arrancou em velocidade e recebeu pelo passe de Diego, ficando cara a cara com Fernando Miguel para marcar o segundo gol rubro-negro. A equipe cruzmaltina até tentou a reação, mas não pôde fazer nada além de mandar uma bola na trave, após boa cobrança de falta de Danilo Barcelos.

Piripiri registra quatro assassinatos com características de execução em 24 horas

Nenhum comentário

Mais dois homens foram assassinados em Piripiri (a 178 km de Teresina) com características de execução na tarde deste sábado(20). As vítimas foram identificadas apenas pelos apelidos Luquinhas e Chiquim Quebra-Queixo e foram mortas na Vila Madri, próximo à BR-343, por volta das 17h.
Populares que jogavam bola próximo ao local informaram que ouviram cinco tiros e correram para ver o que era e acharam os corpos. Um deles estava com o celular tocando no bolso. 
Com essas mortes, somam quatro homicídios na cidade em menos de 24 horas. Em todas, as vítimas tinham passagens pela polícia. A primeira ocorreu na avenida principal da cidade na Sexta-Feira Santa e a segunda no bairro Paciência. 
De acordo com a cabo Marta, da Força Tática de Piripiri, o local onde a dupla foi morta é ermo e utilizado por usuários de drogas e esconderijo de objetos de roubos  e furtos. 
"Não sabemos ainda como se deu crime, só que foram encontrados com tiros na cabeça e um deles estava por cima da moto. Lá é uma zona de mato e parece que ser execução", informou a policial militar. 
Ela disse ainda que a dupla tem passagens por roubos a postos, comércios e que sempre agia com muita violência com as vítimas. "Eles tocavam o terror, quando pegavam as vítimas não queriam nem saber", revelou. 
Os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) em Teresina. A Polícia Civil da cidade deve investigar os homicídios. 
Foto: Mais Piripiri
Informações: cidade verde

Ministério da Saúde abre hoje segunda fase da vacinação contra gripe

Nenhum comentário

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe entra em nova etapa nesta segunda-feira (22/04) em todo o país. A primeira fase, que teve início em 10 de abril, vacinou crianças, gestantes e puérperas. A partir da próxima segunda-feira (29/04), o Ministério da Saúde abrirá ao restante do público-alvo.
A partir desta segunda, também podem receber a vacina trabalhadores da saúde, povos indígenas, idosos, professores de escolas públicas e privadas, pessoas com comorbidades e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, funcionários do sistema prisional e pessoas privadas de liberdade.
De acordo com o ministério, 41,8 mil postos de vacinação estão à disposição da população. Além disso, 196,5 mil profissionais estão envolvidos, com a utilização de 21,5 mil veículos terrestres, marítimos e fluviais.
A doença
A influenza é uma doença sazonal, mais comum no inverno, que causa epidemias anuais, sendo que há anos com maior ou menor intensidade de circulação desse tipo de vírus e, consequentemente, maior ou menor número de casos e mortes.
No Brasil, devido a diferenças climáticas e geográficas, podem ocorrer diferentes intensidades de sazonalidade da influenza e em diferentes períodos nas unidades federadas. No caso específico do Amazonas, a circulação, de acordo com o ministério, segue o período sazonal da doença potencializado pelas chuvas e enchentes e consequente aglomeração de pessoas.
Até o fim de março, antes do lançamento da campanha, foram registrados 255 casos de influenza em todo o país, com 55 mortes. Até o momento, o subtipo predominante no país é influenza A H1N1, com 162 casos e 41 óbitos. O Amazonas foi o estado com mais casos registrados: 118 casos e 33 mortes. Por isso, a campanha foi antecipada no estado.
© Todos os direitos reservados
Feito com por AF Design