Greve dos Correios no Piauí continua e previsão é parar 180 bancos postais


Mesmo com a decisão Tribunal Superior do Trabalho (TST), a greve dos Correios no Piauí continua. O presidente do Sindicato dos Trabalhadores dos Correios no Piauí, Edilson Rodrigues, explica que a categoria aguarda decisão do comando nacional em Brasília. Em entrevista ao Notícia da Manhã, ele disse ainda que a previsão é que 180 bancos postais no Estado façam adesão ao movimento nos próximos dias. 
"As atividades no Piauí continuam paralisadas. A greve se fortalece a cada dia mais. Ontem ocorreram várias paralisações... isso é um movimento nacional. A Federação é que vai direcionar o rumo da categoria. Se tem essa decisão, vamos aguardar o comando nacional de negociação em Brasília", disse Rodrigues. 
Ontem (26), liminar do TST determinou que a categoria assegurasse o contingente mínimo de 80% dos trabalhadores em cada setor ou unidade, sob pena de multa diária de R$ 100 mil no caso de descumprimento. 
"O Piauí continua paralisado e agora as cidades do interior estão aderindo. No próximo dia 11 está previsto o fechamento de 180 agências de bancos postais", reitera o presidente do Sindicato dos Trabalhadores dos Correios no Piauí.
A greve implica diretamente em serviços de entrega de encomendas, postagens simples e atendimento bancário realizado por bancos postais em agências de Correios. 
Nesta semana estão previstas assembleias em grandes centros do país e os sindicatos aguardam decisão do comando. 

Tecnologia do Blogger.