O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se emocionou, em entrevista nesta sexta-feira  ao EL PAÍS e à Folha de S.Paulo, ao falar sobre o luto pelas mortes do irmão, Vavá, e do neto, Arthur.  "Eu às vezes penso que seria tão mais fácil que eu tivesse morrido. Porque eu já vivi 73 anos, eu poderia morrer e deixar meu neto viver", afirmou, ao refletir sobre os momentos mais tristes desde a sua prisão, em abril de 2018.
Ao longo de duas horas de conversa na sede da Polícia Federal em Curitiba, onde ele cumpre pena de 8 anos e 10 meses de prisão no caso do triplex do Guarujá, Lula disse também ter "obsessão" em provar sua inocência. "A única coisa que eu quero é que julguem em função dos autos do processo. Eu não peço favor de ninguém, eu não quero o favor de ninguém. Eu só peço, pelo amor de Deus, julguem em função das provas. Porque eu tenho certeza, o Moro tem certeza, que eu sou inocente", afirmou. Fonte: EL PAIS


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Portal Brasileira