Responsive Ad Slot

Últimas

latest

Veja o que é verdade e 'fake' sobre caso de assaltantes mortos e presos no Piauí

Desde que as agências do Banco do Brasil e da Caixa na cidade de Campo Maior foram explodidos no dia 30 de abril, os meios do comunicação do Piauí foram tomados por notícias sobre o caso, que até agora soma seis presos e oito assaltantes mortos pela polícia.

terça-feira, 7 de maio de 2019

/ por Portal Brasileira

Desde que as agências do Banco do Brasil e da Caixa na cidade de Campo Maior foram explodidos no dia 30 de abril, os meios do comunicação do Piauí foram tomados por notícias sobre o caso, que até agora soma seis presos e oito assaltantes mortos pela polícia.

Após uma semana do assalto, a polícia continua em operação, mesmo com os envolvidos presos ou mortos, mas nas redes sociais várias informações desencontradas continuam a circular e por este motivo o 180 preparou uma lista das principais informações divulgadas e após verificação, se elas são verdadeiras ou fake news, confira:
Nove assaltantes de banco foram mortos?
FAKE:
 Nesta segunda-feira (07/05) a Secretaria de Segurança informou que o 9º assaltante de bancos havia sido abatido por policiais no Norte do estado. Nesta terça, a assessoria informou que na verdade foram oito, que um foi contato duas vezes por portar documentos falsos.
1 – Paulo César dos Santos, vulgo Paulo Madruga – Teresina-PI
2 – Weverson de Oliveira Marçal – Uberlândia-MG
3 – Anderson de Freitas Brazão – Uberlândia-MG
4 – Jean Gustavo Silva – Uberlândia-MG
5 – Tiago Luiz Alves – Uberlândia-MG
6 – Maicon Humberto de Sousa Nascimento – Uberlândia-MG
7 – Igor da Silva Lima – Uberlândia-MG
8 – Lucas Oliveira De Brito

Filho de ex-comandante da Polícia Militar estava envolvido com a quadrilha?
VERDADE: Hassan Prado, filho do ex-comandante da Polícia Militar, coronel Francisco Prado, foi preso suspeito de integrar a quadrilha que assaltou as agências do Banco do Brasil e da Caixa na cidade de Campo Maior. O Secretário de Segurança Fábio Abreu relatou que ele não participou de forma direta na ação de roubo aos bancos em Campo Maior, ele estava responsável pela fuga da quadrilha após a ação, pesquisando rotas e possibilidades para evasão. "A participação dele não era direta na ação criminosa no dia, mas era de buscar resgatar a quadrilha, então ele estava fazendo a parte de levantamento da rota de fuga do local até Teresina se fosse o caso, ou outra região, o objetivo dele era apenas de resgate", explicou.


Valor levado pela quadrilha ultrapassa R$ 1 milhão?
FAKE: Do dinheiro levado em Campo Maior, cada membro da quadrilha ficou com cerca de R$ 10 mil e o plano era assaltar mais agências. Após a prisões e execuções dos assaltantes, a polícia recuperou menos de R$ 100 mil. "Cada um ficou com seus R$ 10 mil, como a gente viu com os que fizemos a prisão. Agora a gente está contabilizando a primeira baixa deles em Barras, onde tem a maior quantidade de recursos", disse o secretário Fábio Abreu. Ao 180, a SSP-PI respondeu: 

A Secretaria Estadual da Segurança Pública informa que foram subtraídos das agências do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal da cidade de Campo Maior contabilizam um valor aproximadamente de R$ 229 mil reais. 
Helicóptero e policiais do Ceará participaram da operação?
VERDADE: Agentes do Comando Tático Rural (Cotar) do Ceará com apoio aéreo foram acionados e deram reforço às buscas com auxílio de uma aeronave das Forças de Segurança cearenses, em especial no domingo (05/05), quando a maior parte dos criminosos foram mortos.


Criminoso banhou e jantou na casa de um refém?
VERDADE: Segundo informações obtidas pelo 180 na cidade de Cocal, na noite desta segunda-feira (06/05), na divisa entre os estados do Piauí e Ceará, o sexto criminoso preso, Pedro Henrique de Oliveira Moura, de posse de um fuzil, fez uma família do município de Cocal como refém por quase duas horas ao tentar fugir para o estado cearense. Ao invadir a casa da família, com o fuzil na mão e fazendo ameaças, ele tomou banho e jantou na casa da família antes de roubar o carro e tentar fugir com o dono da casa. Uma equipe da Polícia Militar do Ceará, logrou êxito ao interceptar o carro e prender o suspeito na BR-402. Em posse dele os militares apreenderam uma arma de fogo e muita munição de vários calibres. 


Criminosos trocara tiros com a polícia em Piracuruca?
VERDADE: A noite do dia 30 de abril de 2019, menos de 24 horas depois do assalto aos bancos de Campo maior, a população viveu momento de pânico. Os criminosos form perseguidos por policiais e houve várias trocas de tiros. Os assaltantes jogaram nas ruas 'miguelitos' para furar os pneus das viaturas. Um dos criminosos bateu o carro em um comércio e junto com seus comparsas, fugiram a pé e armados.  

Policial foi morto durante a operação?
FAKE: Após a informações sobre os primeiros criminosos mortos, circulou a informação que um policial também teria sido morto pelos criminosos, mas o segundo a Secretaria de Segurança do Piauí, não houve nenhum óbito de policiais ou agentes que atuaram na operação, apesar dos confrontos intensos.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Seleções do editor
© Todos os direitos reservados
Feito com por AF Design