Responsive Ad Slot

Últimas

latest

Mulher é encontrada morta enterrada no quintal da casa do companheiro no Piauí

O sargento Francisco Alberto, comandante do Grupamento de Polícia Militar de Ilha Grande do Piauí, disse que o caso segue agora para investigação.

segunda-feira, 10 de junho de 2019

/ por Portal Brasileira

Depois de três dias procurando por Sandreia dos Santos Lima, 36 anos, que estava desaparecida desde sexta-feira (7), familiares da mulher encontraram na manhã desta segunda-feira (10) o local onde o corpo foi enterrado, no quintal da residência onde morava o companheiro da vítima no conjunto Nova Vida, em Ilha Grande, no Litoral do Piauí. A casa fica a menos de 500 metros do Grupamento da PM na cidade.
Cassio Lima, irmão de Sandreia Santos, contou ao G1 que ela foi vista pela última vez na sexta-feira e, desde então, não atendia o celular. A família suspeita que o companheiro de Sandreia tenha assassinado e depois enterrado o corpo dela no quintal da própria residência.
“No sábado, meu cunhado foi ao meu trabalho me informar que minha irmã tinha fugido com um homem. Segundo ele, Sandreia teria fugido com um homem de moto, mas não acreditamos nesta história e continuarmos procurando por ela”, contou.


Fausto Vanconcelos, perito criminal, explicou que o corpo está enterrado há pelo menos três dias, conforme análise inicial do estado de decomposição do corpo.
A busca por Sandreia terminou na manhã desta segunda-feira, quando a mãe e alguns tios decidiram vasculhar o quintal da casa onde ela morava e encontraram uma parte da terra revirada.
“Havia um desnível e isso chamou atenção do meu tio. Depois de bater com pés, ele teve a certeza de que tinha algo de errado e acionou a polícia”, acrescentou Cassio Lima.
Segundo o irmão da vítima, Sandreia Lima tinha reatado o relacionamento com o companheiro havia pouco menos de um mês. “Eles estavam separados. Voltaram tem pouco menos de um mês”, disse bastante emocionado.

Sob investigação

O sargento Francisco Alberto, comandante do Grupamento de Polícia Militar de Ilha Grande do Piauí, disse que o caso segue agora para investigação.
"Nos acionaram e nós viemos, começamos a cavar e encontramos o corpo, requisitamos o IML e informamos à delegacia. Agora a polícia civil que vai tomar as providências”, declarou.
Segundo o coronel Antônio Pacífico, comandante do 2º Batalhão da PM, o suspeito já se apresentou à Polícia Civil junto com seu advogado. Não se sabe ainda se ele foi preso ou se prestou depoimento e foi liberado.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Seleções do editor
© Todos os direitos reservados
Feito com por AF Design