Uma análise realizada por técnicos do Congresso Nacional aponta que o orçamento do programa Bolsa Família deste ano é insuficiente para o pagamento do 13º prometido pelo presidente Jair Bolsonaro. 
Segundo reportagem da Folha de São Paulo, a nota técnica do Legislativo aponta a falta de R$ 759 milhões. Sem a suplementação de recursos, 4 milhões ficariam sem receber benefício, estimativa aproximada, considerado que o valor pago a cada família varia. 
O “adicional natalino” foi implementado pelo governo Bolsonaro por meio de medida provisória, que agora é analisada pelo Congresso. O prazo para votação no Legislativo é de 120 dias. E na análise da matéria, diz Folha, a nota elaborada pela Consultoria de Orçamentos, Fiscalização e Controle do Senado servirá para subsidiar o debate de senadores e deputados.  
Em outubro, o governo anunciou aumento de R$ 2,6 bilhões no orçamento do Bolsa Família. Assim, em 2019, o total previsto ficaria em R$ 32 bilhões. Até agora, R$ 25,2 bilhões já foram usados. Para completar o ano, são necessários mais R$ 7,6 bilhões - para os meses de novembro, dezembro e o 13º - faltando, contudo, R$ 759 milhões para fechar a conta. 
Veja a reportagem completa em Folha de São Paulo.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem