O Orçamento da União para 2020 prevê 51.391 vagas para concursos públicos de órgãos do Executivo, Legislativo e Judiciário, além do Ministério Público.
O texto foi sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro sem vetos.

Essas vagas correspondem a um aumento de 1.400% em relação à previsão de 2019 (quando a autorização abrangia apenas 3.369 servidores). 

Distribuição das vagas
Do total de vagas, 45.816 (cerca de 89%) são para preencher cargos desocupados por mortes e aposentadorias.
Já o restante é referente aos chamados postos de criação, que são aqueles que resultam da expansão do número de servidores de cada pasta.
A maioria das vagas para 2020 concentra-se no Executivo, área que não estava contemplada no Orçamento de 2019. São: 
- 46.708 vagas para o Executivo
- 3.288 vagas para o Judiciário
- 1.216 vagas para a Defensoria Pública
- 154 vagas para o Legislativo
- 25 vagas para Ministério Público e Conselho do MP.
A autorização não quer dizer, entretanto, que esses concursos vão, de fato, ocorrer. Até porque essas contratações vão de encontro com a política do governo de enxugar a máquina pública.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem