As aulas remotas voltadas para alunos da rede pública estadual, na etapa Ensino Fundamental, começam na próxima nesta segunda-feira (13). O projeto faz parte de um trabalho da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) e do Governo do Estado para a prevenção, controle e contenção de riscos e danos e agravos à saúde pública, em virtude da pandemia causada pela Covid-19. O objetivo é envolver estudantes, professores e familiares em uma grande rede para dar continuidade ao fluxo de aprendizagem com qualidade, sem sair de casa e sem se expor ao novo coronavírus.
“Educação, para mim, é o início de tudo, inclusive do exercício da cidadania e da garantia de um Estado democrático. Por isso, é um dos setores que não pode parar e, desde já, agradeço aos educadores, pais e alunos pela compreensão”, declara  a gerente de Ensino Fundamental da Seduc, Marília Aragão.
A Seduc elaborou um plano de ação  que regulamenta as aulas da Rede Pública Estadual que estabelece que a carga horária correspondente aos dias letivos, alvo de suspensão de atividades presenciais, será realizada por meio de atividades à distância/domiciliares, utilizando estratégias de ensino e acompanhamento da aprendizagem de forma remota e organizando aulas não presenciais, com orientação de professores e do núcleo
Além das estratégias sugeridas nas diretrizes, as escolas poderão contar com aulas ao vivo através do YouTube, a partir do dia 14, aulas contextualizados de forma interdisciplinar. Os alunos terão uma aula de 50 minutos por dia, de oficina de português e matemática.
Nas terças-feiras e quintas-feiras os alunos terão aula de Matemática. Já às quartas-feiras e sextas-feiras de Português. Nesta nova fase, mais de 36 mil alunos do Ensino Fundamental da Seduc serão atendidos pela iniciativa.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Portal Brasileira