Nesta terça-feira (12), o presidente Jair Bolsonaro criticou alguns governadores que se mostraram contra a inclusão de academias, barbearias e salões de beleza na categoria dos serviços considerados essenciais, e afirmou que “afrontar o estado democrático de direito é o pior caminho”.

O presidente usou as redes sociais para se posicionar, e segundo ele, alguns governadores teriam dito publicamente que não irão incluir salões e academias nos serviços considerados essências, que permitir a abertura desses estabelecimentos.

“Alguns governadores se manifestaram publicamente que não cumprirão nosso Decreto nº 10.344/2020, que inclui no rol de atividades essenciais as academias, as barbearias e os salões de beleza. Os governadores que não concordam com o Decreto podem ajuizar na justiça ou, via congressista entrar com Projeto Decreto Legislativo”, escreveu Bolsonaro.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Portal Brasileira