O governador Wellington Dias realizou, na manhã deste sábado (16), uma reunião para acompanhamento das ações de combate ao novo coronavírus no Piauí. Um dado destacado foi o relatório de isolamento domiciliar. Na sexta-feira (15), feriado antecipado do Dia do Piauí, o estado alcançou o 4° melhor índice de isolamento no Brasil, atrás apenas do Amapá (1°), Maranhão (2°) e Ceará (3°), estados que adotaram o lockdown (isolamento obrigatório). Os números mostram que, na média, 49,4% da população piauiense ficou em casa.

“Precisamos trabalhar ainda mais no sábado e domingo para elevar o patamar médio de isolamento para 55%. Com isso, tiramos de circulação cerca de 450 mil pessoas. Para nosso objetivo de reduzir transmissibilidade do corona, é muito bom”, avaliou Dias.

Segundo relatório do “Inloco”, Jatobá do Piauí (68,3%) e Cocal de Telha (64%), no Norte do Piauí, foram as cidades com melhor desempenho de isolamento. A capital Teresina alcançou índice de 52,6% da população em casa.

Os efeitos do decreto que ampliou as restrições a atividades comerciais e o deslocamento de pessoas durante o feriado prolongado, refletiu também nas estatísticas de violência no trânsito. Com a proibição do transporte intermunicipal de passageiros, a Polícia Rodoviária Federal registrou na sexta-feira (15), em todo estado, apenas três acidentes, sendo dois com vítimas, sem necessidade de atendimento hospitalar. “Neste final de semana de reforço no policiamento nas rodovias federais, até agora tudo tranquilo”, resumiu o superintendente da PRF no Piauí, Stênio Benevides.

Um dos objetivos do último decreto é reduzir o número de internações nos hospitais por outros motivos, liberando leitos aos portadores de síndromes respiratórias. Presente à reunião virtual, o comandante-geral da Polícia Militar do Piauí, coronel Lindomar Castilho, afirmou que a corporação não registrou ocorrências de natureza grave no feriado e encontrou pouca resistência quanto à restrição do consumo de bebida alcoólica em locais públicos.

O governador Wellington Dias encerrou a reunião autorizando a Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) a elaborar um plano de atendimento específico aos servidores públicos que atuam presencialmente no combate à Covid-19. Eles passarão por testes periódicos e acompanhamento permanente.

“Autorizei a compra de material de testagem para ficar na reserva e suportar a demanda. Recomendamos a todos o cadastramento imediato no aplicativo Monitora Covid-19, para orientação geral e comunicação com os profissionais de saúde” finalizou Dias.


Fonte: Com informações da Ascom

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Portal Brasileira