https://drive.google.com/uc?export=view&id=1EBtyVgyHVaFIuC_l1ZXNrw7xWa7bEqs_
O Ministério Público do Piauí, por meio da 2ª Promotoria de Justiça de São João do Piauí, expediu recomendação para o prefeito de Campo Alegre do Fidalgo , Israel da Mata, sobre a ocupação de cargos por parentes na gestão municipal.  

O promotor de justiça Jorge Pessoa orienta que o gestor efetue, no prazo de dez dias, a exoneração de todos os ocupantes de cargos de secretários municipais, que sejam cônjuges, companheiros ou que tenham grau de parentesco consanguíneo, em linha reta ou colateral, ou afim até o terceiro grau com qualquer uma das pessoas ocupantes do cargo de prefeito ou vice-prefeito, os quais não possuam qualificação técnica necessária para o comando das pastas.

O membro do MP-PI recomenda também a exoneração imediata de parentes, que ocupam cargos em comissão, de confiança ou funções gratificadas e possuam algum grau de parentesco, como os mencionados anteriormente, com a autoridade ou servidor que o nomeou para o cargo. O chefe do executivo de Campo Alegre do Fidalgo é orientado ainda a se abster de realizar novas nomeações, que violem a Súmula Vinculante nº 13 do Supremo Tribunal Federal (STF).

O titular da 2ª Promotoria de Justiça de São João do Piauí solicita que o prefeito remeta ao MP cópias dos atos de exoneração dos secretários e demais parentes que se enquadrem nas situações apresentadas na recomendação.

Por último, o gestor é alertado de que no caso de descumprimento da recomendação, o Ministério Público adotará as medidas legais cabíveis.


Fonte: MP-PI

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem