A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) foi um dos órgãos gestores de saúde do país escolhidos para fazer o relato do seu processo de construção do Planejamento Estratégico durante um seminário nacional. O evento será on-line, na próxima quarta-feira (25), com todas as Secretarias de Saúde do Brasil, sendo promovido e coordenado pelo Hospital Alemão Oswaldo Cruz, Ministério da Saúde e Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conas).

Ao todo, nove secretarias de Saúde foram selecionadas pelo Hospital Alemão Oswaldo Cruz para fazerem o relato da experiência e a Sesapi foi uma delas. O documento que materializa o Planejamento Estratégico é um instrumento que orienta e define diretrizes de ação da política de saúde no Estado, tendo servido de base para compatibilizar com o Plano Plurianual (PPA) 2020 a 2023 e o Plano de Contingência para o enfrentamento à Covid-19.

De acordo com diretora da Unidade de Planejamento da Sesapi, Ana Maria Eulálio Amorim, o plano elaborado contempla as prioridades de Governo para os próximos quatro anos, independente do partido que esteja no comando do Estado, pois tomou como norteador os indicadores epidemiológicos e as necessidades de saúde da população. “O Planejamento que foi feito pela Sesapi já é considerado uma referência entre as outras secretarias do país. Fomos um dos escolhidos para fazer o relato durante a reunião e estamos muito orgulhosos por isso”, diz.

O seminário pretende avaliar os resultados e as perspectivas para o processo desenvolvido nas Secretarias Estaduais da Saúde considerando o horizonte de quatro anos, enquanto atividade conclusiva no âmbito do Proadis-SUS projeto de apoio ao fortalecimento da gestão estadual do SUS. O processo de planejamento vivenciado oi materializado nos documentos elaborados pelas Secretarias da Saúde de todas as 27 Unidades da Federação.

No Piauí, o trabalho foi desenvolvido durante seis meses ao longo de 2019, e a construção do plano envolveu todas as áreas técnicas da Sesapi, representadas pelos 33 técnicos que participaram efetiva e ativamente das discussões e debates na oficinas de trabalho. “Foi um trabalho exaustivo e gratificante que nos possibilitou aprofundar o conhecimento da realidade e da situação de saúde do Estado de modo a estabelecermos e definirmos prioridades de ação que, de fato, uma vez implementadas, impactem e oportunizem as mudanças e melhorias na qualidade de vida e de saúde da população do Estado ”, diz Ana.

O documento elaborado pela equipe do Piauí foi considerado um dos melhores de todo o país pelo HAOC, Ministério da Saúde, Conselho Nacional de Secretários de Saúde. “O que se definiu como resultado esperado para a sociedade no planejamento estratégico da Sesapi é reiterado com o desafio estratégico do Governo do Estado assumido no PPA 2020 a 2023, que é aumentar a expectativa de vida do cidadão piauiense”, afirma a diretora reforçando, dessa forma, a coerência e congruência tão necessária entre os instrumentos de Planejamento e Gestão no âmbito do SUS e da Gestão Governamental.

Segundo o secretário da Saúde, Florentino Neto, a elaboração do projeto foi essencial também para integrar as equipes de planejamento e gestão com as áreas técnicas da Sesapi, de modo a favorecer e potencializar o cumprimento das metas estabelecidas. “A elaboração do Plano nos preparou para enfrentar esse momento de pandemia. Gostaríamos de louvar e reconhecer o trabalho do Conass e do Hospital Alemão Oswaldo Cruz e agradecer pela deferência ao trabalho do Piauí” diz Florentino.


Fonte: Com informações da Ascom

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem